O que é Branding e como aplicar no seu negócio

Ter uma boa estratégia de branding é um passo quase que obrigatório para a construção da marca e da reputação de sua empresa. Afinal, não se trata somente de ter um produto ou serviço e oferecê-lo aos consumidores: é preciso se preocupar com a estrutura, o posicionamento e o que de valor será entregue a estes consumidores. Baseado nesses três pilares, saber o que é branding pode ser o primeiro passo para a realização de um planejamento eficiente que colabore com o bom andamento de seus negócios.

Desenvolver a estratégia de branding

Segundo os principais estudiosos de marketing, branding pode ser traduzido como gestão de marketing ou a forma correta de administrar a imagem de sua empresa. O tripé formado por definição do negócio, posicionamento e proposta de valor, deve ser bem organizado para fazer com que o produto ou serviço oferecidos por sua empresa estejam presentes na vida dos consumidores certos.

Dessa forma, a definição do negócio é o que informa claramente aos clientes e consumidores o que sua empresa oferece. Relacionado diretamente à reputação, o posicionamento é o que dita em qual ponto está sua marca na escolha deste consumidor. Por fim, a proposta de valor mostra também de forma clara, qual benefício este consumidor terá em confiar e adquirir seus produtos e serviços.

Muito além de um logotipo

Depois de criar todo o plano de marketing de sua empresa, envolvendo os três pilares citados acima é necessário trabalhar com pessoas que tenham prazer em participar de melhorias e que entendam perfeitamente o quanto são importantes em todos os processos.

De nada adianta tentar construir suas estratégias se os próprios funcionários de sua companhia não aceitam ou não concordam com o que é oferecido aos clientes e consumidores. Hegemonia é a palavra de ordem, seguida de confiança e respeito. Afinal, todo o processo de construção desta identidade é bem desenvolvido e administrado de acordo com o que todos acreditam.

O branding ideal

Para formular a estratégia de branding de sua empresa é necessário incluir no processo alguns pontos. Conhecer a finalidade dessa estratégia é ponto fundamental. Por isso, tudo começa com o produto. É preciso saber o que é o produto, o que ele oferece, para qual ambiente, como conversa com seus consumidores e como será a sua comunicação e publicidade.

Em seguida, faça uma análise da arquitetura de sua marca. Só este passo poderá deixar claro se a estrutura de sua marca é corporativa, validada ou individualizada (segmentada).

Invente e reinvente o tempo todo, sem deixar de lado a qualidade do produto ou serviço: a marca de sua empresa tem que ser lembrada e sempre convencer o consumidor. Esta reinvenção pode estar, por exemplo, na atribuição de um novo olhar, na transformação que leve à diferenciação de seus concorrentes.

Saia do óbvio

Romper padrões para sair à frente de seus concorrentes pode ser arriscado. No entanto, com uma estratégia bem estruturada, baseada em pesquisas de mercado com seu público-alvo, pode fazer com que seu lugar suba em relação a outras empresas.

Para não errar neste ponto lembre-se do quanto é importante estar atento às necessidades de seus clientes. Ouça tudo o que eles têm a dizer, sempre! Faça pesquisas, acompanhe tendências de mercado e planeje continuamente.

Coerência em aplicar “o que é branding”

Manter as informações claras e coesas aos seus consumidores complementa a estratégia de branding correta para sua empresa. É importante divulgar, mostrar ao público de interesse o que você pode oferecer. No entanto, se sua empresa se propuser a entregar algo, entregue!

A reputação é construída em boa parte dos casos a partir desta clareza e de muita confiança passadas diretamente ao consumidor. Este trabalho deve ser feito diariamente, em unidade constante entre todos os participantes de sua cadeia de valor, para que o lugar de destaque de sua empresa seja sempre lembrado.

Crie uma marca multissensorial

A sua marca deve se aproximar do consumidor por todos os pontos de contato, abordando os 5 sentidos. Desta forma, além de criar o logo, que é a parte visual, você também deve pensar no aroma, na textura,som e até no paladar para envolver o seu cliente. Assim, a sua marca terá mais chances de ficar registrada na mente de seu público alvo. Quanto mais sentidos envolvidos no reconhecimento da marca, mais ela será lembrada.

Compartilhe essa notícia: