Pontos indispensáveis para criar um plano de marketing

Fidelizar clientes, aumentar as vendas e campanhas, suportar a marca da empresa. Essas são somente algumas ações em que o departamento de marketing de uma organização pode atuar. As práticas de marketing funcionam como uma ferramenta de gestão para que a empresa ou marca esteja inserida no mercado em que compete, sempre por meio de estratégias bem formatadas. Portanto, antes de começar a empreender, em qualquer ramo de atividade, é essencial formular um plano de marketing eficiente para atender aos objetivos de seu negócio.

O que é um plano de marketing?

O marketing envolve todas as ações que causam interesse de compra no consumidor, sendo que o objeto oferecido pode ser um produto ou serviço.

Já o plano de marketing é o planejamento dessas ações que busca alcançar um objetivo, que tem que ser alinhado com o objetivo da empresa.

Os objetivos podem ser dos mais diversos, como: o aumento das vendas, geração de leads, aumento do número de clientes, expansão da marca, fidelização dos clientes e entre outros.

Como desenvolver seu plano de marketing

Para iniciar o desenvolvimento de um plano de marketing efetivo é preciso, antes de mais nada, que a empresa conheça muito do mercado em que atua.

Para desenvolver um bom plano de marketing, serão necessárias algumas horas de pesquisa que trará total entendimento do mercado para o empreendedor. Tudo porque, todas as estratégias formadas e decisões tomadas a partir do plano de marketing, estarão diretamente envolvidas do planejamento à execução.

Portanto, é importante conhecer o passado, o presente e o que pode ser tendência em sua área e como sua empresa está posicionada diante de todos os planos. Dessa forma, independentemente do objetivo final, o plano age também como um guia para o crescimento da empresa.

O plano de marketing também não ignora a missão, valores e visão que devem estar estabelecidas logo na criação de seu negócio. Afinal, esses aspectos são uma vitrine que expõe a todo momento o jeito de comandar o negócio. Estruturar e registrar cada passo minuciosamente, sendo ele bem-sucedido ou não, é outra missão de quem faz um plano de marketing. Faça isso por meio da criação de um histórico das ações tomadas.

Certo X errado

Para desenvolver um plano de marketing é necessário muito planejamento para não cometer erros simples que já prejudicaram muitos produtos e empresas.

Um exemplo ocorreu quando um determinado produto para tirar o cheiro ruim de um ambiente foi criado. Nos testes iniciais, as pessoas que moravam na casa que tinha o cheiro ruim, não identificavam o mal odor, e ainda assim muitas donas de casa usavam o produto após a limpeza para deixar a casa com um cheiro perfumado. A marca teve que rever o plano de marketing para transformar o produto em um perfumador de ambiente.

Por isso, é muito importante conhecer o público-alvo para o qual o produto será vendido, estudar hábitos, saber qual a faixa etária que será atingida e qual a melhor maneira de falar com esse público.

Existem muitos cases de sucesso para planos de marketing no mercado, que foram bem planejados e executados e hoje as empresas colhem os louros do sucesso.

É importante ressaltar que o plano de marketing é essencial para definir objetivos e delimitar caminhos para alcançá-los. Sendo muito importante planejar todo percurso, a fim de evitar percalços no meio do caminho. Com esses exemplos, vimos empresas alcançarem sucesso e outras errarem. Mesmo que aconteçam erros, o ideal é anotá-los, entender os motivos que te levaram a cometê-los e aprender com eles.

Aposte nas melhores estratégias

Comece com um planejamento. Sem planejar, as metas e objetivos não estarão escritos e ordenados em lugar nenhum. É também a falta de planejamento do plano de marketing o principal vilão para que este não dê certo. É simples: sem arquitetar o que deverá ser feito, como começar a seguir em alguma direção?

A completa análise de seu mercado de atuação é tão importante quanto o planejamento. É preciso saber todos os fatores que influenciam direta ou indiretamente a área em que está, com pontos positivos e negativos, que mostrem as reais capacidades de seu negócio. O planejamento também ajuda a controlar expectativas, uma vez que, com metas bem transparentes, fica mais fácil saber quando uma ação dará o resultado esperado.

Saiba quem são seus clientes

Por definição, o público-alvo é um segmento da sociedade com determinadas características em comum (idade, sexo, profissão, interesses etc.), ao qual se dirige uma mensagem ou um conjunto de mensagens.

Sem conhecer seu público-alvo por meio de análise detalhada de quem pode ser consumidor de produtos e serviços oferecidos por sua empresa, não adianta ter plano de marketing. A fidelização, conhecimento e verificação dos níveis de satisfação deste público é o que direciona parte de suas estratégias.

Portanto, fique atento constantemente a reclamações, elogios, resultados de ações, opiniões e anseios e utilize essas informações no momento de definir o seu público, eles tratam-se de representações personificadas de seu cliente ideal.

Uma das maneiras mais eficazes de conhecer os seus clientes é fazer uma pesquisa com perguntas que você acha relevante para sua empresa. Envie por e-mail, faça presencialmente, nas redes sociais. O importante é analisar as respostas e criar um relatório com esses dados.

Analise a concorrência constantemente

Quando você conhecer seus concorrentes terá uma ideia do que pode ser negativo ou positivo em suas ações. Ao saber como trabalham seus concorrentes é mais fácil agregar um diferencial em seu produto ou serviço. Outra dica é ter bem definida sua posição no mercado. Lute para ser o primeiro ou ao menos ser bem reconhecido no mercado em que atua.

Desta forma é possível seguir as estratégias idealizadas e ainda estar à frente. Tudo deve estar relatado em seu plano de marketing com um cronograma para a execução das ações.

A hora de usar o plano de marketing

Para usar seu plano de marketing, depois de todo o desenho deste, é preciso transformar ações em táticas. Tudo precisa ser muito bem gerenciado, pois nem sempre as ações planejadas acontecem uma de cada vez. Tem que ser um bom gerenciador de tarefas; um ótimo gestor.

Comunicar-se com seus clientes de forma eficiente é uma das partes mais importantes para o sucesso de um plano de marketing. Definir padrões de avaliação com pontos fortes e fracos e seu tipo de audiência. O feedback do cliente é fundamental para conhecer esses pontos.

Afinal, somente com a resposta de seus clientes é que você saberá se seu plano de marketing está bem executado e, principalmente, se seus produtos, serviços, credibilidade e autoridade estão a favor de seu negócio. Aposte nestas estratégias!

Medindo os resultados

A melhor maneira de medir os resultados é definindo objetivos quantificáveis, ou seja, possível de ser mensurado em dados. Após isso, nomeie alguns responsáveis que coletem, reportem e analisem as informações. Além disso, defina como você quer ver a informação. O mais importante é estabelecer métricas que avaliem periódica e constantemente suas ações de marketing e tomar ações corretivas.

Um plano de marketing nunca fica obsoleto, é um documento que precisa ser revisto e atualizado e, às vezes, até refeito. Por isso, é muito importante analisar todos os passos do plano e verificar se estão funcionando.

Compartilhe essa notícia: